>

sexta-feira, novembro 30, 2007

No seguimento da mensagem da Cerejinha e porque me parece relevante...

A Conspiração Solar do Padre Himalaya

"Em 1904 uma multidão apinhara-se à entrada da Exposição mundial de St.Louis, Missouri, Estados Unidos da América. No palácio das Exposições de Máquinas havia uma agitação febril. Mas as pessoas apressavam-se sobretudo para a colina do parque de exposições. Um invento despertara aí ainda mais a curiosidade dos visitantes.
O "Pireliófero", do padre Manuel António Gomes Himalaya, era uma enorme estrutura de aço, com milhares de espelhos em forma de parabólica. Tratava-se da descoberta da utilização da energia solar. O padre, um magro e alto sábio português, construíra o potente engenho, com 80 m2 de superfície, e obtinha assim 3500 graus de temperatura no forno fixo ao cimo da estrutura metálica. Com o enorme espelho parabólico apontado para o sol, aproximava o forno refractário do ponto focal... e repentinamente tudo se derretia - o granito e o basalto quase se liquefaziam instantaneamente. Portugal entrava assim, há quase 100 anos, na história das energias renováveis.
O padre Himalaya veio ainda a ser o autor de variadas patentes: um motor directo e um turbo-motor, uma farinha alimentar baseada em pequenos crsutáceos misturados em farelo, um sistema de reciclagem de esgotos com fins de produção de adubos e ainda a himalaíte, uma pólvora com base no clorato de potássio, entre outras. Mas o mais interessante é que já em 1908 o padre Himalaya defendia o uso de energias renováveis: a energia das marés, a generalização da energia eólica e a utilização dos ‘geisers’ para futura energia geotérmica. Morreria com 65 anos, em Viana do Castelo, no lar da Caridade, onde fora capelão. Apenas um ou outro jornal lembrou, numa magra coluna necrológica, o autor daquela famosa máquina solar que ganhara um primeiro prémio na América".
Esta, em resumo, a história de um dos mais brilhantes - e ao mesmo tempo desconhecido - inventores portugueses, que Jacinto Rodrigues, o autor, pretendeu dar a conhecer através de um longo processo de pesquisa e de recolha que iniciou em 1975. Através desta obra, refere o próprio, "pretendi mostrar que a preocupação pelas questões ecológicas, ao contrário do que se possa pensar, já possui raízes em Portugal há quase cem anos". Um trabalho que, segundo Rodrigues, se traduziu numa "biografia pós-moderna", tentando evitar o clássico trabalho academizado, através de uma duplicidade literária onde se dá a conhecer ao mesmo tempo a história construída e o diário de investigação. O livro vale não só pelo conteúdo como pela qualidade do resultado final, traduzido, entre outros exemplos, pela excelência das imagens e ilustrações.

Jacinto Rodrigues
Edição Árvore - Cooperativa de Actividades Artísticas
pp. 286

Da Cerejinha, uma informação interessante relacionada com a sua fotografia desta semana




"...Gostava de partilhar convosco, se considerares oportuno, o lado da frente do forno solar que aparece na minha foto desta semana (sim!, é um forno solar!), a equipa de cozinheiros que efectuou a prova e um dos resultados do forno, as maçãs assadas.

Este forno ganhou um segundo prémio no Concurso Solar Padre Himalaya do Centro de Ciência Viva, em 2005 e no mesmo concurso ganhamos também ( a nossa escola) o primeiro prémio com um carrinho fotovoltaico (placas de energia solar)

Pode-se ver aqui:

http://www.cienciaviva.pt/rede/energia/himalaya2005/home/

Deixo ao teu critério a selecção que quiseres fazer para a divulgação desta informação, só com as fotos, ou com a informação total do que contigo estou a partilhar."

Cerejinha

quinta-feira, novembro 29, 2007

O Fotodicionário continua...

Para a semana de 29 de Novembro a 6 de Dezembro, a Agrades propõe a palavra "Confiança".

Esta semana, aqui estão eles, os nomes dos participantes:

"Sol" por Eremita

"Sol" por Nucha

"Sol" por Zé-Viajante

"Sol" por Vida de Vidro

"Sol" por TMara

"Sol" por Teresa Silva

"Sol" por Teresa David

"Sol" por Sónia Nabais

"Sol" por Silencebox

Sol" por Rui Pestana

"Sol" por Rosalina

"Sol" por neva

"Sol" por mj

"Sol" por Minda

"Sol" por Mena M.

"Sol" por Maria P.

"Sol" por Maria

Sol" por Maichel

"Sol" por Mac

"Sol" por M.

"Sol" por Luisa

"Sol" por Lúcia

"Sol" por Licínia



"Sol" por Leonor Vieira

"Sol" por L.

"Sol" por Justine

"Sol" por Jawaa

"Sol" por Gustaaf

"Sol" por escorpião

"Sol" por Dulce

"Sol" por Despertando

"Sol" por David Smith

"Sol" por Cerejinha

"Sol" por Carlos Sampaio

"Sol" por Carlos AGM

"Sol" por Bettips

"Sol" por Belisa

"Sol" por Aquilária

"Sol" por APC

"Sol" por Agrades

segunda-feira, novembro 26, 2007

Da Nucha para quem se mostrou curioso em saber mais da sua fotografia


Cá vai, a fotografia da polémica ilustração de "liberdade"... Trata-se de um bibelot oferecido, trazido de Marrocos.
Tinha por aí flores silvestres, e céus abertos e paisagens de barcos e mar... Mas apeteceu-me ser menos "previsível" e foi mesmo uma opção "libertária"...! :-)
Beijos a todos

Nucha

domingo, novembro 25, 2007

Reflexões Caseiras 36

Foto de M

Os amigos de sempre são flores brancas pousadas na minha vida.
M

Reflexões Caseiras 35

Foto de M

Entre nós e os outros, o biombo da vida que a cada um pertence.
M

quinta-feira, novembro 22, 2007

Reflexões Caseiras 34

Foto de M

E porque não a liberdade de nos permitirmos um olhar desfocado sobre nós mesmos para melhor descobrirmos a nitidez possível dos dias?
M

Para a semana de 22 a 29 de Novembro...

... a Belisa escolheu a palavra "Sol".

Pelo menos 40 pessoas são aparentemente livres...

"Liberdade" por Zé-Viajante

"Liberdade" por Vida de Vidro

"Liberdade" por TMara