>

quinta-feira, outubro 22, 2009

"Obscuridade" por M.

11 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...

Excelente fotografia, excelente res-
posta a um tema que convidava a uma
maior atitude de subjectividades.

22/10/09  
Anonymous Anónimo said...

Penumbra doméstica, doce lusco-fusco que anuncia a chegada da noite...
Agrades

22/10/09  
Blogger Benó said...

Na obscuridade da bolsa repousa um objecto de prazer.

22/10/09  
Blogger bettips said...

Cantos de recordar, cânticos, como uma "Sonata de Outono".

22/10/09  
Blogger M. said...

Tenho a acrescentar que estes cachimbos pertencem ao meu irmão e que são muitas vezes companheiros do seus pensamentos, nem sempre revelados ou fáceis de entender...

Sim, Bettips, o lugar é antigo e serenas as memórias de Verão.

23/10/09  
Blogger Luisa said...

É nestes recantos obscuros que se sonha melhor. Excelente fotografia!

23/10/09  
Blogger mac said...

O cachimbo a espreitar, saindo da sua bolsa escura, e o fósforo necessário para o acender, irá quebrar a obscuridade.

23/10/09  
Blogger Justine said...

Que dizem de nós os objectos pessoais? O que deixamos que eles revelem de nós?

24/10/09  
Anonymous Anónimo said...

Um belo interior obscuro cheio de interioridade...


Teresa Silva

25/10/09  
Anonymous M.J.jara said...

De dentro duma bolsa escura um objecto que se ilumina para o prazer de seu dono.

27/10/09  
Blogger Teresa David said...

Uma boa foto de um obscuro desejo que perfuma o ar e o corpo.

28/10/09  

Enviar um comentário

<< Home