>

domingo, janeiro 24, 2010

Um complemento à minha fotografia desta semana



Fotos de M

A flor de música que estava pousada no outro lado da mesa de jantar da fotografia que escolhi para a palavra “Romanesco”. Estava de empréstimo em casa de um amigo meu que vê e toca os objectos com o coração. Contou ele que, ao entrar uma vez mais numa loja de antiguidades por onde passa a caminho de casa, o dono lhe mostrou esta peça e lhe falou na dificuldade em encontrar alguém que a pusesse a funcionar. Pelo que conheço do meu amigo, deve ter tirado os óculos da cara com aquele seu gesto lento de mãos cautelosas e olhado e tocado o “doente” demoradamente com minúcia. Isto foi o que imagino que terá acontecido, de certeza sei eu que disse que tentaria restituir-lhe a voz de outros tempos e que o faria de graça porque desde que se reformara trabalhava neste tipo de coisas por puro prazer e não para ganhar dinheiro.
E também nós, que jantávamos nessa noite em casa do nosso amigo, tivemos o prazer de ouvir o Arriverdeci Roma pela Voz do Dono… Ainda que com um som um pouco roufenho, mas isso que importa se oferecido por uma belíssima flor de música?
M

9 Comments:

Blogger Licínia Quitério said...

"Uma flor de música" - que linda imagem! Gostei de saber como, pelas mãos e sensibilidade do teu amigo, a flor foi capaz de cantar de novo. Que importa a voz roufenha?! Chegou cansada, do outro lado do tempo.

Um beijo, M.

24/1/10  
Blogger bettips said...

Há assim estas pessoas de mãos macias que recuperam a vida, com um sorriso.
Amigos e sem preço.
Merecem ser falados.
Lindo M.!

24/1/10  
Blogger mena m. said...

The Phonograph Whisperer!

Encantadora esta tua história!
Um abraço

25/1/10  
Anonymous Anónimo said...

Que engraçado...ainda bem que há destes "médicos" para nos darem o gozo de ver os dotes dos seus "doentes" mesmo que roufenhos.
Arriverdeci Roma . . .
mj

25/1/10  
Blogger Justine said...

Ainda há feiticeiros do tempo, que fazem milagres dando vida a ojjectos esquecidos. E também feiticeiras da palavra, que sabem contar a história:)))

27/1/10  
Blogger Justine said...

Ainda há feiticeiros do tempo, que fazem milagres dando vida a ojjectos esquecidos. E também feiticeiras da palavra, que sabem contar a história:)))

27/1/10  
Blogger IsaMar said...

Uma emoção a tua história e sorte a tua teres um jnatr entre amigos ao som desta preciosidade, mesmo que roufenho.

Jinhos meus

isamar

28/1/10  
Blogger heretico said...

anda cá por casa um "objecto" desses. a necessitar de mãos milagrosas que lhe dêm voz.

... e a palavra bela e sensível que lhe conte a vida.

beijo

28/1/10  
Blogger Luisa said...

Perdemos o nosso. Não seria tão bonito como este mas agora sinto pena de não o termos levado a um "médico" como esse teu amigo.

29/1/10  

Enviar um comentário

<< Home