>

quinta-feira, dezembro 13, 2012

12. Teresa Silva



Que dizer dos espelhos...? De imediato, que refletem as imagens, sendo o ângulo de incidência igual ao anglo de reflexão. 
Mas não são apenas os espelhos em sentido estrito que se comportam dessa maneira. Qualquer superfície com características semelhantes produz os mesmos resultados, com menor ou maior perfeição da imagem. 
Para ilustrar a teoria, escolhi um rio em que a imagem refletida está muito difusa. 

Teresa Silva

8 Comments:

Blogger ~pi said...

que belos são espelhos de água que nunca revelam nada assim desfocados...
( esses sim, me parecem os mais fidedignos, os mais abertos, secretos e audazes.)






~

13/12/12  
Blogger bettips said...

Uma pintura, Teresa, poderia ser.
Aguarelas-casas em que o azul do céu se mistura na água!

15/12/12  
Blogger Rocha de Sousa said...

As casas reflectidas no espelho de água, mas esse não é o reenvio do espelho. Passa por lá. De resto, esta luz e esta linha de água e espaço urbano é um olhar certo

15/12/12  
Blogger Luisa said...

Vê-se que é uma cientista a observar reflexos de espelhos, sejam eles de vidro ou de água.

16/12/12  
Blogger M. said...

E que coisa melhor senão olharmos a vida como um rio que corre, e onde tantas cores correm também, algumas desfocadas porque nunca as entendemos, outras perfeitamente azuis? Tão bonitas elas podem ser. O diálogo entre o que nos agarra e o que vai deslizando, como a simbologia que encontro na tua fotografia entre as casas e a água.

16/12/12  
Anonymous Zambujal said...

Quem imita o quê. Os espelhos as águas quando paradas, ou estas os espelhos?

16/12/12  
Blogger Licínia Quitério said...

Seguem as regras rígidas da Física, mas não as do sentir de quem neles se reflecte.Difusa, neste sentido, é sempre a imagem de alguém.

16/12/12  
Blogger Justine said...

O texto, altamente científico! A foto, um primor!

17/12/12  

Enviar um comentário

<< Home