>

quinta-feira, janeiro 10, 2013

5. Justine



Os muros tanto podem ser obstáculos intransponíveis, dissuasores e opacos, como desafios irrecusáveis, estimulantes e frutuosos. Os muros não têm realidade própria: dependem sempre do meu estado de espírito!

Justine

9 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Bela fotografia marcada pela giagonal descendente, o céu servindo de fundo à vida dos
ramos da árvore.

Rocha de Sousa

10/1/13  
Blogger M. said...

Sem dúvida, os muros estarão intimamente ligados ao nosso íntimo. Muito bela esta fotografia, nestes dois aspectos de sombra e luz a mostrar essas facetas do "estado de espírito" de que falas.

10/1/13  
Blogger agrades said...

Um estado de espirito magnifico para conseguir uma foto tão bela e significativa.

10/1/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Assim seja, Justine. Que a escuridão se renda à claridade.

11/1/13  
Blogger Luisa said...

Os muros, eu deitá-los-ia todos abaixo.

12/1/13  
Anonymous do Zambujal said...

depende... e depende do estado de espírito de quem os levantou.
Mas a fotografia, nos seus constrste de forma e cor, muito boa. Pena a máquina não dar mais!

13/1/13  
Blogger mena maya said...

um muro sombra-luz.
Bela foto Justine!

14/1/13  
Blogger Benó said...

Uma bonita foto, Justine. Os muros são aquilo que nós quisermos, como tu dizes, dependendo do nosso sentir.

14/1/13  
Blogger bettips said...

Mesmo em "bom estado de espírito", nunca descurar as farpas de vidro, dissuasoras duma escalada, dum salto.

Do escuro para a claridade mas...
Sim, pedir ajuda à árvore que ela sabe a luz do lado de lá.

15/1/13  

Enviar um comentário

<< Home