>

quinta-feira, fevereiro 21, 2013

13. Zambujal

As palavras embrulham-se, enovelam-se, na procura de referências que o olhar lhes traga aos dedos sobre o teclado. Uma loja em bric-à-brac?!
Coisas.Cada uma com a sua história. O candeeiro, o açucareiro, um bule (quantos chás?), terrinas, a miniatura de um barco sobre uma mesa, móveis antigos. 
E seria preciso ver mais longe, levar o olhar ao fundo da sala. Com a foto demasiado pequena para fazer saltar as palavras. Talvez um zoom… 
Uma figura de mulher por ali perdida (ou encontrada?) 

Zambujal

7 Comments:

Blogger M. said...

Coisas, isso mesmo. "Cada uma com sua história" dentro da existência das gentes. Ah, tens razão, um zoom às vezes também dá jeito...

21/2/13  
Blogger Rocha de Sousa said...


Zambujal procurou o sentido entre sentidos: e é como o sentido fosse feito de vários sentidos

21/2/13  
Blogger Luisa said...

Coisas, apenas coisas mas que encheram vidas

21/2/13  
Blogger Luisa said...

Coisas, apenas coisas mas que fizeram o encanto de quem as teve um dia.

21/2/13  
Blogger bettips said...

Um zoom da memória nem sempre nos agrada. Mas estas coisas que alguém guardou interrogam-nos, nesta displicente desordem ... talvez, sorrindo um pouco, "quem somos, para onde vamos"?

21/2/13  
Blogger Justine said...

E entre as coisas encontraste a mulher...

24/2/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Gostei desse "fantasma" de mulher que adivinhaste e que lá está, indubitavelmente.

25/2/13  

Enviar um comentário

<< Home