>

quinta-feira, março 28, 2013

10. Mena M.

5 Comments:

Blogger bettips said...

Assustam-me estes duendes pelo país fora, se não estes, uns parecidos, que populam por aí... Sem conhecimentos da rolagem das árvores, da poda que deve respeitar "a forma" da árvore ou aliviá-la dos ramos secos ou doentes. Aqui à porta foi assim: uma sanha que cortou pela base um ácer com mais de 50 anos, completamente "bom". Notícia: "disseram que a árvore estava podre afinal não estava"...
Desculpem lá aproveitar a deixa!
***
A foto é assustadora mas magnífica: parece uma guerra, aquele contra-luz de espadas em riste!de

28/3/13  
Blogger Luisa said...

Tenho tanto medo destas podas!

29/3/13  
Blogger Rocha de Sousa said...

Os troncos, desnudados, lembram
os sonhos da madrugada, no campo.
E o zelo de quem aflora o que é
preciso tratar, é a poética deste contexto

29/3/13  
Blogger agrades said...

Uma instalação surrealista, se não ampliarmos...
O homem da escada, parece um camarão; o outro um índio.
Parabens Mena, por estas pérolas, que nunca deixas escapar.

29/3/13  
Blogger Justine said...

Andam os demónios à solta, os tais demónios que arrancam as folhas e cortam os ramos...

30/3/13  

Enviar um comentário

<< Home