>

quinta-feira, março 21, 2013

12. Zambujal

O olhar procura nas cores em espaços verticais as palavras a escrever. Fica insatisfeito. Não são estas as condições em que encontra as palavras. 
Defeito, ou incapacidade sua, de quem escreve. 
Só quer dizer, escrevendo, que precisava de melhor ver. Mais ao vivo, com as cores com que foi pintado o quadro, não com aquelas que o computador lhe traz. 
Por isso, só lhe resta deixar a palavra de saudação e apreço para a autora do quadro. 

Zambujal

6 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...

O problema não é o da mensagem, nem
mesmo o das cores: para Zambujal o
problema é o da comunicação e a pintura, no fundo, não é uma lin-
guagem, sobretudo em casos assim.
Lê-se apenas ao nível da sua natureza.

22/3/13  
Blogger Licínia Quitério said...

A sinceridade, Zambujal, de quem não se remete a empáfias e diz o que tem a dizer.

22/3/13  
Blogger Justine said...

Precisamos sempre de ver melhor, não é? Há sempre mais qualquer coisa a ver, algo que nos escapa...

22/3/13  
Blogger M. said...

Um texto que revela a importância dos contextos nas avaliações que fazemos.

24/3/13  
Anonymous Anónimo said...

Mais intensa ou mais pálida a cor não muda nada. Assim como não se pinta um texto também não é difícil traduzir a cor em palavras

Teresa Silva

24/3/13  
Blogger bettips said...

Deixo as palavras - tantas vezes fico sem palavras perante um quadro - e refiro "o apreço" que me merecem a autora das cores e o autor da homenagem.

25/3/13  

Enviar um comentário

<< Home