>

quinta-feira, março 21, 2013

8. Mena M.

Na belíssima foto da Teresa, que presumo ser uma das suas pinturas, vi um painel mágico de cores quentes! 
Pega-se numa cor de cada vez, agarra-se firmemente e puxa-se num rasgão de alto a baixo, como se da casca de um eucalipto se tratasse. 
Podem usar-se para embrulhar tristezas, colorir os dias cinzentos do quotidiano ou para qualquer outro fim que nos faça sentido. 

Mena

7 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...

Muito bom uso das palavras (que
reconhecem a pintura) e a cavalgam
em ritmos poéticos capazes de co-
brir a tristeza dos dias.

22/3/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Tão interessante a variedade dos nossos olhares. Adorei a alusão aos rasgões.

22/3/13  
Blogger Justine said...

O fim que escolheste para a pintura da teresa é magnífico, Mena, dadas as circunstâncias adversas em que estamos a viver...

22/3/13  
Blogger M. said...

A ideia do rasgão é fabulosa, Mena.

24/3/13  
Anonymous Anónimo said...

Magnífico texto, Mena

Teresa Silva

24/3/13  
Blogger bettips said...

Só mesmo tu, Mena, com os teus coloridos patchworks te lembrarias de semelhante imagem! Para embrulhar com as mãos os dias...

25/3/13  
Blogger Benó said...

Bela descrição, Mena.

26/3/13  

Enviar um comentário

<< Home