>

domingo, julho 21, 2013

2. Bettips

Olhar a fotografia da Benó dá-me ânsias de desapertar botões e colchetes, encontrar todas as chaves e poder abrir os aloquetes (é assim que se diz no Norte – como os magnórios...), libertar a imaginação, encontrar uma abertura e ir além do muro, para o azul da água ou a tépida longitude de um palácio.
Imagino igualmente aquelas árvores no Oriente, aqueles caminhos de montanhas e rios gelados, onde se deixam tiras de pano ou papel ao vento, escritas com orações e desejos.
Imagino ainda o Templo de Angkor Wat (que nunca vi) onde o protagonista Cho Mo Wan (do filme “In The Mood for Love”, de Wong Kar Wai, ano 2000), sussura o seu segredo de amor-desilusão num buraco da pedra milenar.
São assim as velas e os membros enformados em cera, as alianças e cordões aos pés dos santos milagreiros, as coroas de flores oferecidas, as promessas e votos que pedem (ainda mais) um pouco de eternidade.

All memories are trace of tears”: quantas o serão nesta rede de cadeados fechados?

Bettips

1 Comments:

Blogger Justine said...

Uma belíssima "viagem" que nos ofereceste por via da foto da Benó! Gostei especialmente da passagem pelo "in the mood for love", um dos grandes filmes da minha vida!
E quase tudo, de facto, se resume a símbolos...

23/7/13  

Enviar um comentário

<< Home