>

quinta-feira, julho 25, 2013

7. M.


Fotografia do quadro Conversation, de Matisse

5 Comments:

Blogger Justine said...

Tão simples, tão original e tão ilustrativo do texto...

26/7/13  
Blogger Luisa said...

Eu, se me sentisse sitiada, não conseguiria conversar.

26/7/13  
Blogger M. said...

Aquilo em que reparei em particular no díálogo descrito neste conto foi constatar como, perante uma situação difícil, quiçá assustadora, uma mesma coisa - as "pequenas explosões" - é sentida e ouvida de modo diferente por um homem e uma mulher. A chuva e o vento para ela, uma interpretação mais poética, ou sonhadora, menos agressiva do que os caçadores e a tropa imaginados por ele.

26/7/13  
Blogger bettips said...

Realmente... as mulheres estão fora das realidades assustadoras dos homens comuns!

(Matisse em azul-dança, iria libertá-la(s) em outros quadros)

27/7/13  
Blogger Rocha de Sousa said...


Boa ideia. Mas que diabo: a jane-
la está aberta, acolhendo a fuga-

1/8/13  

Enviar um comentário

<< Home