>

quinta-feira, outubro 10, 2013

8. M.



Manhã cedo encontrei-a ainda ali, qual Lua descida à Terra, imóvel sobre a relva húmida, exatamente como os meninos a tinham deixado na véspera antes de o sono lhes adormecer o cansaço. São assim os meninos. 

M

8 Comments:

Blogger Justine said...

É assim o teu olhar de ternura e compreensão sobre os meninos...

10/10/13  
Blogger Rocha de Sousa said...


Esta sugestiva fotografia lembrou-
me um dos planos de Bow-Up. Só que,
nesse caso, era uma bola de ténis.

11/10/13  
Blogger Benó said...

Manhã cedo, ei-la pronta para receber mais uns chutos.

11/10/13  
Blogger bettips said...

Rola o (teu)sentimento na humidade da manhã. Como sabes pensar no traço que une os meninos aos astros.

11/10/13  
Blogger Luisa said...

Como já disse muitas vezes a ppropósito das tuas fotos, esta é mais uma em que a arte está na simplicidade e economia de meios.

12/10/13  
Blogger agrades said...

A magia do olhar, da sensibilidade, a transformar uma simples bola, num poema de amor. Tocante.

12/10/13  
Blogger jawaa said...


Onde há uma bola há sempre um menino. Ou menina.

13/10/13  
Anonymous zambujal said...

Belissimo texto sobre uma bola na relva, deixada por meninos (ou meninas) que o cansaço adormeceu.

13/10/13  

Enviar um comentário

<< Home