>

quinta-feira, novembro 28, 2013

6. Licínia

6 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...


Deus não fez uma narrativa assim.
Abriu apenas a amplidão e a lisura

28/11/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Desculpe, Mestre. No Poema, Deus não "fez" a amplidão e a lisura. "É" a própria ideia de amplidão e lisura, que pode estar contida em muitos elementos, inclusive no olhar do homem que observa. É essa a minha interpretação de Sophia.

28/11/13  
Blogger Luisa said...

Concordo com a Licínia: Sofia incluia na sua poesia o Mundo e o Homem.

29/11/13  
Blogger agrades said...

Amplidão e calma sente-se no rendilhar das ondas, no navegar do barquinho, na vontade do homem, quando está para aí virado...

30/11/13  
Blogger Justine said...

A amplidão até onde o olhar pode imaginar...

30/11/13  
Blogger Benó said...

Calma e serenidade sente o homem que se encontra à beira-mar.

2/12/13  

Enviar um comentário

<< Home