>

quinta-feira, dezembro 05, 2013

11. Rocha/Desenhamento



 HUMILDE
  
Humilde, simples, afável, Albert Camus nasceu há cem anos e morreu tragicamente num desastre de automóvel. As suas principais obras até então estavam escritas e publicadas e a minha emoção passa sempre por duas delas, "O Estrangeiro" e "A Peste". Em parte ostracizado pelas elites de então, foi-lhe atribuído o Prémio Nobel e os que o admiraram nessa altura nunca mais o esqueceram nem a sua escrita escorreita e no entanto muito bela, num permanente testemunho de humanidade.

Rocha de Sousa

4 Comments:

Blogger Luisa said...

Um humilde vencedor.

5/12/13  
Blogger bettips said...

Com um olhar lúcido sobre a desolação humana. Faz bem lembrar!

5/12/13  
Blogger Justine said...

Teve uma vida difícil, e é de facto um exemplo de humildade!
Enorme escritor!

6/12/13  
Blogger Benó said...

Um HU bem aplicado.

8/12/13  

Enviar um comentário

<< Home