>

quinta-feira, fevereiro 13, 2014

8. M.



O corpo e os gestos imaginados de alguém nos objectos em repouso. Um outro corpo também, o das palavras. O pensamento desenhado em consoantes e vogais, ora curvas ora alongadas, abertas umas, contidas outras na expressão criativa da linguagem humana. Associações de ideias. Talvez porque a bengala me lembra uma letra que começou a ser escrita na folha pautada de um diário por fechar. 
M

7 Comments:

Blogger Luisa said...

Corpo, passagem do tempo.

13/2/14  
Blogger bettips said...

Associação (in)feliz. Feliz por associar, bela a mente, infeliz pela solidão que imaginamos. Num caderno de linhas abandonado.

13/2/14  
Blogger agrades said...

Uma ausência marcada pela presença.

14/2/14  
Blogger Justine said...

Uma perspectiva do tema completamente original! Um texto cheio de caminhos, de curvas, de ideias a explorar! Tudo com um conteúdo muito rico

14/2/14  
Blogger Unknown said...


O corpo ausente, o objecto esquecido

14/2/14  
Blogger Licínia Quitério said...

Quantas histórias de quantos corpos ou da ausência deles a tua foto nos traz. E tão expressivas quanto ela, as palavras que a escrevem.

15/2/14  
Blogger Benó said...

Na ausência do corpo podemos idealizá-lo ali sentado a ler, a sonhar ou simplesmente a descansar depois de feitas as compras que também repousam dentro dos sacos.

17/2/14  

Enviar um comentário

<< Home