>

quinta-feira, abril 17, 2014

1. Agrades

Contaminação literária, um aviso raro mas necessário!
Publica-se tanto lixo, dizem-se tantos disparates, que este aviso deveria aparecer com frequência, como aqueles sinais de trânsito a avisar de curvas perigosas, passagem de animais, estrada sem proteção, etc., para nos evitar gastar o nosso tempo e dinheiro com edições que não deviam ser publicadas.
Todos acham que devem plantar uma árvore, fazer um filho e escrever um livro. E, custe o que custar, escrevem na árvore, plantam um filho, e lixam um livro...
Agrades

2 Comments:

Blogger Licínia Quitério said...

Repito o que disse à Benó. E o desejo de publicar faz parte da secreta ambição dos homens se perpetuarem para além da morte. O mesmo para procriar e plantar.

17/4/14  
Blogger Justine said...

Curioso, a tua ironia na última frase vem completar e reforçar a perspectiva que tão bem explanas no primeiro parágrafo!

17/4/14  

Enviar um comentário

<< Home