>

quinta-feira, setembro 18, 2014

4. Justine

Tenho pena da velha oliveira! É árvore de muitas dezenas de anos, mas parece-me estar condenada. Os seus braços envolvem o telhado da casa num abraço destrutivo, e a casa já desistiu da árvore, fechando-lhe a porta. Será decepada no próximo inverno, depois de oferecer à casa a sua última frutificação.

Justine