>

quinta-feira, setembro 11, 2014

5. Licínia



Amanhã, sem falta, alguém abrirá o marco e encontrará, ou não, as cartas que já ninguém escreve. 

Uma curiosidade: este marco dos CTT viajou de Viseu para Marly le Roi, nos arredores de Paris, por mor de geminação das duas terras. Assim hoje, a cor muito desmaiada, o velho marco se tornou bilingue. 
Licínia

8 Comments:

Blogger Justine said...

Um marco de correio é já uma peça de museu! E escrever cartas começa a ser um acto quase impossível, com o desmantelamento indecente dos nossos correios, vendidos ao desbarato...

12/9/14  
Blogger Rocha de Sousa said...

Uma preciosidade. Deviam fazer mais
e distribui-los com respeito geográfico.

12/9/14  
Blogger agrades said...

Marcante este marco.

12/9/14  
Blogger bettips said...

Que lindo exemplo! Talvez escrever de Viseu para lá, uma saudação da república? Apostaria que há emigrantes nossos...

13/9/14  
Blogger M. said...

E tão bonito ele é!

13/9/14  
Blogger Luisa said...

Tão bonito e já sem préstimo!

13/9/14  
Blogger mena maya said...

Muita carta lá deitei, num idêntico, com destino a Berlim...

15/9/14  
Blogger jawaa said...

Tens razão, Licínia, as cartas que já ninguém escreve!
Ideia bonita, mostrares esses velhos marcos.

15/9/14  

Enviar um comentário

<< Home