>

quinta-feira, novembro 13, 2014

2. Bettips



E depois do adeus... frase que sempre me traz a memória festiva do 25 de Abril de 1974. A madrugada de que falava Sophia.
Do que tanto foi dito, do tanto por dizer: deixo apenas uma lembrança a quem sentiu enorme esperança e júbilo com esse dia. Uma homenagem a Salgueiro Maia.
Porque os portugueses têm esta tendência de “se fazerem esquecidos” dos homens e mulheres mais puros deste país. Assim sua simples morada em Castelo de Vide com uma placa envelhecida e à venda, deteriorada, esquecida.
Ah... e não me digam que... a não ser que tivesse sido recuperada, numa dessas iniciativas de Verão onde abundam as novas ideologias absolutas e da rebaldaria institucionalizada. 
Bettips

3 Comments:

Blogger Justine said...

Seguimos o mesmo caminho, B.! E Salgueiro Maia foi um dos que acreditou ser possível...

13/11/14  
Blogger Licínia Quitério said...

Essa placa de venda é um escárnio perante a memória de quem ali nasceu.

14/11/14  
Blogger agrades said...

O teu olho e sensibilidade ao serviço da informação.

14/11/14  

Enviar um comentário

<< Home