>

quinta-feira, novembro 13, 2014

6. M.



E depois do adeus... Terríveis alguns, separados para sempre os gestos que os exprimem, o olhar, a palavra, o silêncio, o sorriso, a lágrima que se guarda dentro da tristeza. São tantos os que se vão dizendo ao longo da vida e deixam perdidos o pensamento e o coração, confuso o traço do caminho, desbotada a cor da sobrevivência. 
M

4 Comments:

Blogger Justine said...

Triste, belo e sentido, o teu texto...mas eu prefiro ligar as boas recordação à frase que a B nos propôs

13/11/14  
Blogger Licínia Quitério said...

Dizer adeus é partir também. Lindos texto e foto.

14/11/14  
Blogger agrades said...

Caminhos difíceis.

14/11/14  
Blogger bettips said...

Azulejos em reflexão nostálgica. Só uns olhos com algo de angélico e divinatório, conseguiriam "ver" o que dizes.
"trompe d'oeil, trompe du coeur"
A quantos, sentir o sentimento?

15/11/14  

Enviar um comentário

<< Home