>

quarta-feira, fevereiro 04, 2015

10. Rocha/Desenhamento



                   Gabriel ou cão

Gabava-se de que o seu cão era muito especial, que tinha esperto no cabeça. Perguntei-lhe se não gostava mais de gatos. «Gatos não», disse depressa: «São estranhos e não percebem bem as pessoas.» Pensei que tudo isto era muito subjectivo. «E então como vai a relação entre vocês?» O João Galo respondeu que estava tudo muito bem: «Falo com o Gabriel sobre quase tudo, peço-lhe coisas através de palavras e latidos.» Estarrecido, nem sequer me ocorreu que diálogo poderia ser aquele. Mas perguntei: «Consegues isso com o bicho?» Ele: «Claro». Insisti: «E como, e porquê?» Galo, muito sério: «Porquê? Porque ele é uma pessoa.» 
Baseado numa cena do livro «O Branco e as Sombras», de Sousa Carneiro

6 Comments:

Blogger Luisa said...

Não será uma pessoa mas que tem um olhar esperto, tem.

5/2/15  
Blogger Licínia Quitério said...

Foto bem encãotrada.

5/2/15  
Blogger Justine said...

Texto bem divertido para uma foto enternecedora!

5/2/15  
Blogger M. said...

Um texto de grande candura e um cão-pessoa, a que o título dá expressão particular.

6/2/15  
Blogger bettips said...

O olhar do cão e a ternura do dono deixam-nos completamente de acordo: eles conversam!

7/2/15  
Blogger jawaa said...


Gosto muito. Das palavras e da imagem.

9/2/15  

Enviar um comentário

<< Home