>

quinta-feira, março 26, 2015

11. Zambujal



Podia ser o mar, e as ondas, e a espuma,
podia ser o rio, e o sol, e as árvores, e o vento,
podia ser a natureza, enfim…
Mas era – só! – “o meu senso de se esvair o tempo (…)
uma vaga pena inconsequente (…) a sorrir de nada”

Zambujal

3 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Gosto destes contra-luz, serenos; e luz-a-favor-da-luz sempre!
bettips

28/3/15  
Blogger Licínia Quitério said...

Fluir, fruir o tempo...

30/3/15  
Blogger Justine said...

Tempos de medos, estes! Mas também de algumas certezas...

30/3/15  

Enviar um comentário

<< Home