>

quinta-feira, março 12, 2015

2. Bettips



Não te espantes... se no meio de uma vila qualquer e longe dos circuitos turísticos habituais, encontrares uma escultura moderna, nos jardins bem cuidados. É em Alpalhão, bem no coração do Alentejo interior, com os tons de amarelo-sol e azul-céu a alegrar as casas. Terra rica em vestígios arqueológicos ainda antes da romanização da Península Ibérica, onde os habitantes celebram assim o património natural da Pedra. 
Bettips

8 Comments:

Blogger Justine said...

Não me espanto, não senhora! No Alentejo eu espero encontrar tudo o que é beleza...

12/3/15  
Blogger agrades said...

Em Alpalhão, com sotaque arrastado e cantarolado, descobre-se sempre encanto.

13/3/15  
Blogger M. said...

O belo Alentejo e a sensibilidade de quem tem gosto em ter obras de arte nos seus domínios. Muito bonito todo este enquadramento em que os teus olhos repararam.

13/3/15  
Blogger Luisa said...

Não conheço Alpalhão. Tenho de lá ir ver estas maravilhas.

13/3/15  
Blogger Licínia Quitério said...

"Ah cães de Arês, que mataram o nosso dês. Nã foram nã, foram os de Alpalhã."

Que beleza de linhas a foto mostra.

15/3/15  
Blogger jawaa said...

Tenho uma amiga, colega de trabalho, que não se cansava de falar da sua Alpalhão, que nunca tive o gosto de conhecer. Vou ter de falar-lhe dos cães de Arês...
A propósito, meninas, Licínia e Bettips, já matei a vossa curiosidade sobre as pedras e a sacerdotisa.
Um abraço

15/3/15  
Blogger mena maya said...

O Alentejo que já conheço é um espanto!
Alpalhão não conheço, mas já estou como a Luisa, tenho que lá ir!

16/3/15  
Anonymous Zambujal said...

Bem visto!

16/3/15  

Enviar um comentário

<< Home