>

quinta-feira, março 12, 2015

4. Justine



Não te espantes por eu te estar a enviar uma foto da mesa do meu almoço. Não olhes para a travessa nem para a singeleza do resto da baixela. Olha apenas para o amor com que o meu filho preparou a sapateira e a lasanha de marisco, e repara também na alegria com que nós nos sentámos à mesa. Ah, como me soube bem esta refeição! 
Justine

8 Comments:

Blogger agrades said...

Não me espanto e sei bem o gosto que deixa "mão de menino" em qualquer acepipe! Sabe que nem ginjas!

13/3/15  
Blogger M. said...

Interessante o convite feito ao nosso olhar sobre esta reunião de família: a intensidade dela foi tão grande que o que nos é pedido não é para a imaginar, é para a ver, porque está lá tudo de verdade.

13/3/15  
Blogger Luisa said...

que bom é sentarmo-nos à mesa a comer o que um outro cozinheiro, que não nós, preparou. Até sabe melhor.

13/3/15  
Blogger bettips said...

Essa alegria... é divina! Tanto mais vinda de longe e preparada com o gosto de "filho"!

14/3/15  
Blogger Licínia Quitério said...

Com a quentura do amor posto na mesa, porque havemos de nos espantar?

15/3/15  
Blogger jawaa said...

Posso imaginar... O prazer da companhia, do gesto, e já agora, a degustação em si!

15/3/15  
Blogger mena maya said...

Mataste a fome e as saudades!
Que filhote tão prendado!

16/3/15  
Anonymous Zambujal said...

... regalei-me... com tudo!
Foi no Zambujal.

16/3/15  

Enviar um comentário

<< Home