>

quinta-feira, abril 09, 2015

5. Licínia



Imagina um país vendido, comprado, maltratado, malbaratado, despejado, insultado, desgovernado, com os vidros sempre à beira de quebrar, sempre tentado a proibir, de Pereiras salvando bandeiras, de bandeiras hasteadas sem preceito. Mesmo assim um país que resiste e sempre espera um novo vento que lhe desfralde o pano, que lhe conserte a esperança. 
Licínia 
(Num passeio por Almada, nas entranhas da terra abandonada, como num cenário de guerra. A Lisnave vista lá por trás, os restos de uma cidade morta.)

5 Comments:

Blogger Luisa said...

Triste País!

9/4/15  
Blogger agrades said...

Imagem de decadência.

9/4/15  
Blogger M. said...

Tão triste. Linda a expressão "que lhe conserte a esperança".

10/4/15  
Blogger Justine said...

Tão comovente, o teu texto! E tão real, na denúncia dos crimes que quotidianamente atentam contra a vida deste pobre país...

11/4/15  
Blogger bettips said...

Muita pena, tanta a pena deste abandono...
Um texto de hoje, até a bandeira está descaída. Haja um vento subtil (ou forte) para a mudança!

11/4/15  

Enviar um comentário

<< Home