>

quarta-feira, maio 13, 2015

5. Luisa



Restara apenas da quinta da minha infância uma parede esburacada e sacadas a abrirem para o nada. 
Luisa

4 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...

Uma fotografia nostálgica de grande
peso memorialista

Rocha de Sousa

16/5/15  
Blogger Justine said...

Que triste, Luísa! Que solidão se desprende dessa tua foto...

16/5/15  
Blogger Licínia Quitério said...

Um desamparo essa parede de olhos cegos.

18/5/15  
Blogger bettips said...

Lembrei "Luisa sobe, sobe a calçada..." É uma tristeza a que assistimos, o esboroar das paredes que conhecíamos como as nossas mãos.

20/5/15  

Enviar um comentário

<< Home