>

quinta-feira, junho 18, 2015

3. Justine

Assim deveriam ser todos os portões: apenas um pequeno rendilhado dissuasor, uma leve preservação da intimidade, tudo o resto fica à vista de quem passa! É um portão de quem nada teme ou nada tem a esconder! Mais: o pequeno catálogo até pressupõe um convite a entrar. Aí vou eu…
Justine