>

quarta-feira, outubro 14, 2015

2. Benó

Olho uma vez. Várias vezes. Faço dois cliques para aumentar a foto. Nada. Utilizo uma lupa. Nada. Acabo por aceitar a minha ignorância. Não consigo identificar o que está fotografado.
Parece um edredon sobre uma cama. Não! Será o saiote de alguma bailarina de flamenco? Também não. Então desisto da adivinhação.
Como o que se pretende é “Com as palavras dentro do olhar” comentar a imagem publicada, encontro-me impossibilitada de o fazer, sem qualquer ideia do que seja para falar do que for. 
Como por norma não falo do que não sei, passo os olhos, mais uma vez, por tão estranha foto e salto sem comentar.
Benó