>

quarta-feira, outubro 14, 2015

6. Licínia

As coisas não são mais do que o nosso olhar sobre elas. Uma foto é isso mesmo, o que vemos sobre o que o outro fixou de uma realidade fugaz, mutante. Ali ficou plasmado o instante, traduzido pelo modo, o tempo, o lugar de quem olhou.
Do que eu possa dizer da foto, nada será mais do que uma reflexão condicionada pelo meu próprio olhar, no meu momento, no meu lugar, na minha circunstância. Direi então e só que na foto vi a labareda à beira do leito, que alguém viveu, de que alguém fugiu.
Divagações em hora de algum cansaço. Que o Rocha/Desenhamento me releve a ousadia.
Licínia