>

quinta-feira, janeiro 21, 2016

9. Rocha / Desenhamento

Vejo a esfera com a superfície facetada por vidrinhos em forma de quadrado, toda a superfície reflectora, um objecto do recorrente maravilhoso suspenso no céu de qualquer sala de entretenimento ou dança ligeira - para dizer apenas o essencial.
E é de facto o que parece, como parece que o lugar se desfez por causas indeterminadas, sobrando assim, em destroços de uma eventual cobertura pouco cuidada.
Mas se a esfera é o que parece, as barras de madeira são outra coisa, talvez anterior ao abandono ali dos vidrinhos entretanto e eventualmente reflectindo o céu da manhã com laivos de nuvens. Seja como for, a fotografia ilude a história e conjuga destroços com a esfera das nossas ilusões nocturnas de sonho mágico e desejo.

Rocha de Sousa