>

quinta-feira, fevereiro 18, 2016

2. Benó

A olhar para esta cena tão ternurenta entre uma mãe e a sua cria não posso deixar de pensar em tantas outras crias humanas que são maltratadas, abandonadas, violadas em todos os seus direitos pelos próprios progenitores que tinham o dever moral e cívico de as proteger, de as acarinhar. De pessoas tornam-se bestas sem qualificação.
Benó

1 Comments:

Blogger Justine said...

Texto violento mas verdadeiro, benó!

22/2/16  

Enviar um comentário

<< Home