>

quinta-feira, março 10, 2016

6. Licínia



Apenas uma casa, Dos Bicos, assim chamada pelas pequenas pirâmides que lhe revestem a fachada, quadrado sim, quadrado não, a apontarem para quem passa, a lembrarem que assim se talham os diamantes, preciosas pedras que por ali passaram, trazidas de longes terras, no século do fulgor e da abundância.
Hoje guarda a obra e a vida de José Saramago, não abdicando da sua vocação de arca de tesouros dum país que é também a nossa casa. 
Licínia

4 Comments:

Blogger Justine said...

Outro tipo de diamantes, Licínia, as palavras de Saramago, mas tão preciosos como os do "século da abundância"

10/3/16  
Blogger Benó said...

Uma casa de bicos para afastar os inoportunos.

10/3/16  
Blogger bettips said...

É uma preciosidade, a casa, o que está nela. Um lugar de respiração; e o rio logo ao pé!

11/3/16  
Blogger Luisa said...

Ainda bem que não a deixaram cair em ruínas.

13/3/16  

Enviar um comentário

<< Home