>

quinta-feira, outubro 13, 2016

6. Justine



Estranha planta esta, que surge das fendas do cimento, das frestas das pedras, entre duas telhas, e nunca é semeada. É forte, sobrevivendo ao calor intenso e às primeiras geadas, e é ao mesmo tempo delicada, de formas singulares e belas cores. Fazia o encanto da minha infância e hoje continua a encantar-me. São as bocas-de-lobo! 
Justine

5 Comments:

Blogger M. said...

Uma perspectiva de que gosto muito.

14/10/16  
Blogger bettips said...

Que lindo bocadinho da infância te nasce ao pé da porta, teimosa de te saudar, tantos anos passados.

15/10/16  
Blogger Licínia Quitério said...

Há quanto tempo as não vejo. Umas lutadoras.

16/10/16  
Blogger Luisa said...

São lindas mas são também um sinal que o telhado tem de ser arranjado.

16/10/16  
Blogger Isabel said...

Fantástico! Ter assim uma planta no telhado!

16/10/16  

Enviar um comentário

<< Home