>

quinta-feira, dezembro 08, 2016

10. Rocha/Desenhamento


Escultor José Rodrigues

Pouco passava do meio dia quando me telefonaram de uma extensão do Porto. Eu não conhecia nem a origem indicada como intermediária mas percebi que a chamada estava bem orientada por perguntar pelo meu nome e se podia responder ao amigo Carlos. Disse que sim. O Carlos surgiu em jeito de murmúrio e num ritmo algo lento. Disse: «Acabei de saber que o José Rodrigues faleceu. (senti um calafrio). Calculei que gostarias de ter a notícia hoje mesmo. Saudades. 
Rocha de Sousa

5 Comments:

Blogger Isabel said...

Essa é uma das notícias que tememos e dispensamos, mas às vezes recebemo-la mesmo: a morte de alguém querido.

Fui ver mais na net sobre o escultor, do qual conheço pouco.

8/12/16  
Blogger bettips said...

Um artista genuinamente portuense que nos deixou os seus passos pela cidade. E saudades.
Não é notícia que se deseje receber, vai-se também um pouco de nós, do hábito de nós.

8/12/16  
Blogger M. said...

Nunca ficamos indiferentes ao desaparecimento físico de alguém que nos dizia muito. Ficam as suas obras, especiais algumas que vi.

9/12/16  
Blogger Licínia Quitério said...

O tempo passa, a vida passa e é sempre cedo que o sabemos.

11/12/16  
Blogger Justine said...

E assim se vai povoando o nosso "cemitério interior"...

13/12/16  

Enviar um comentário

<< Home