>

quinta-feira, dezembro 01, 2016

4. Isabel






















Palavras

(Chamo-lhe escrita redonda um trabalho de Miguel Elias, com poema de António Salvado, retirado do livro Jardim do Paço). 
A foto foi tirada na exposição temporária, no Museu Francisco Tavares Proença Júnior, (aqui em Castelo Branco) el único jardin, de Miguel Elias. O trabalho, que está escrito na parede (também há poemas escritos no chão) é de Miguel Elias, sobre/com um poema de António Salvado, um poeta de Castelo Branco. Há mais poemas de António Salvado, na exposição. Uns escritos, outros ilustrados, mas todos têm a ver com o tema da exposição "el único jardin". 
Isabel
E respondendo à minha curiosidade sobre quem eram estes dois senhores, a Isabel escreveu:
"António Salvado, encontras mais sobre ele na Wikipédia. É um poeta conhecido na cidade. Foi professor no Liceu, foi durante muitos anos o director do Museu Tavares Proença Júnior. É uma pessoa conceituada na cidade.
Miguel Elias não conhecia. Fui ver esta exposição e foi aqui que ouvi falar dele pela primeira vez. Diz no desdobrável da exposição que "...nasceu em Alicante e é pintor, gravador e professor na Universidade de Salamanca, onde se licenciou e doutorou. É o director do Mestrado em Linguagens da Expressão Artística e Criação Contemporânea e participou em mais de 100 exposições colectivas e 25 individuais."

4 Comments:

Blogger Justine said...

Gostei imenso, Isabel, e fiquei a conhecer mais dois artistas! Gosto muito da ideia de escrever o poema na parede. Lembrei-me logo de uma visita que fiz ao museu Niemeyer em Niterói, em que há uma sala com vários desenhos e frases do arquitecto feitos directamente nas paredes - na altura fiquei encantada com a novidade.

1/12/16  
Blogger bettips said...

Formas de expressão e invenção artística diferentes. A flor da palavra que se abre...
A exposição devia ser muito bonita, também com aqueles painéis de representação botânica. Fui ver mais estas curiosidades e pessoas na wiki, não conhecia, obg.
***
Acho que estive aí, há mais de 10 anos??? mas como não havia "digitais" tirei poucas fotos: não é o Museu que fica onde está o Jardim do Paço, com as figuras dos reis, escadaria, lago, etc? E tem as colchas e bordados de C. Branco, com gente a bordar e tudo?)
Perdoem-me a pergunta directa aqui mas veio ao correr da tecla...

5/12/16  
Blogger Isabel said...

Bettips, é esse museu sim.
O Museu teve obras e foi todo remodelado por dentro. Está bem diferente (não sei se já o apanhou depois das obras).

Quanto aos bordados, neste momento já não está lá ninguém. Mudaram a oficina de bordados (agora também escola) para o antigo edifício dos CTT, no Largo da Sé. Este edifício também foi todo remodelado e alberga agora a Escola/oficina de bordados e as diferentes exposições temporárias que por lá vão passando.

Castelo Branco mudou muito nestes 10 anos. Está uma cidade mais bonita.

Quem sabe, um dia destes vem até cá...

7/12/16  
Blogger bettips said...

Obrigada, Isabel, pela informação, pode ser que... E direi se for, seguramente.

7/12/16  

Enviar um comentário

<< Home