>

quinta-feira, dezembro 22, 2016

9. M.



Uma das salas de aula da Universidade Europeia de Lisboa. Muito interessante a adaptação que foi feita a este espaço tão antigo em que os azulejos foram poupados.

 «A Quinta do Bom Nome constitui um dos melhores exemplares de quintas da zona de Carnide, tendo a sua casa de habitação chegado até nós em razoável estado de conservação. Classificada como Imóvel de Interesse Público, traduz uma arquitectura residencial setecentista (séc. XVIII), objecto de intervenção no séc. XIX e de obras de recuperação e adaptação a novas funções no início do séc. XXI. De planta em forma de L, desenvolve-se em dois pisos e sotão, incluindo um conjunto de construções anexas distribuídas à volta de um pátio sensivelmente quadrado. O braço mais extenso do L corresponde à capela, de nave única com altar de camarim e tribuna, cuja fachada principal surge animada pela articulação de portal e janelão, assim como à restante frente principal da casa, onde cada um dos pisos é rasgado por sete vãos, janelas de peito no primeiro e de sacada no segundo. A entrada é efectuada através do portão que dá para o pátio, onde um lanço de escadas exteriores possibilita o acesso directo ao piso nobre. No interior merece destaque a decoração azulejar, com elementos de flora, fauna e cenas de caça, ainda visível em alguns salões.» 
Sítio da Câmara Municipal de Lisboa

2 Comments:

Blogger Justine said...

Um muito esclarecedor Jornal de Parede, M.!

24/12/16  
Blogger bettips said...

Repleto de informação que não conhecia. E na verdade a intensidade do instante é preciosa, tal como diz FP.

27/12/16  

Enviar um comentário

<< Home