>

quinta-feira, fevereiro 09, 2017

7. M.



Então era assim durante parte da minha juventude, quando passava férias em família numa aldeia escondida na serra do Buçaco. A electricidade não tinha ainda atravessado aquela paisagem de tons maravilhosos onde coelhos bravos e javalis fugiam de nós, águias sobrevoavam a pureza do ar e pássaros de todos os tamanhos cantavam ao desafio. Todo este ambiente quase selvagem nos encantava e até o ritual de acender o candeeiro Petromax era um momento de expectativa e aventura. Essa tarefa cabia ao meu Pai e tanto quanto me lembro, era necessária muita perícia no manuseamento da bomba de ar que pressionava o petróleo no depósito em baixo e o fazia subir e cair, vaporizado, por um orifício pequeno, dentro de uma camisa em forma de lâmpada a que previamente se tinha chegado fogo. Quando tudo corria bem, a camisa não se desfazia, ficava incandescente e a luz produzida era muito clara e de grande intensidade.
Depois da morte dos meus Pais e da electricidade chegar à aldeia, nós os que ficámos electrificámos a casa e continuamos a passar ali alguns dias de férias, com o candeeiro pendurado a fazer a ligação entre o passado e o presente. 
M

5 Comments:

Anonymous Anónimo said...

Em casa dos meus Avós nem petromax havia mas o acender dos candeeiros a petróleo era um ritual de que me recordo bem - Luisa

9/2/17  
Blogger Justine said...

Também assim era em casa de uma tia numa aldeia perto de Alcobaça, onde eu passava férias; era também para mim uma operação encantatória, acender o petromax quando a noite chegava. Vivências iguais num Portugal que já não existe...

10/2/17  
Blogger bettips said...

Belíssima recordação e ponte, entre o passado e o presente, entre arvoredos de uma das serras mais lindas de Portugal!
Dos candeeiros a petróleo me lembro, em casa pobre, e no campismo: quem tinha Petromax no campo já era mais abastado...

10/2/17  
Blogger Benó said...

Recordo os candeeiros de petróleo e ainda guardo alguns como recordação desse tempo em que as sombras que eles projetavam enchiam-me de medo.

10/2/17  
Blogger Licínia Quitério said...

O "Pitromax", como por aqui se dizia, foi um ícone da iluminação na pré-história da luz eléctrica.

13/2/17  

Enviar um comentário

<< Home