>

quinta-feira, abril 27, 2017

8. M.


« (…) e os cheiros não mudavam, não mudavam os móveis...»