>

quinta-feira, maio 12, 2016

5. Licínia



A voz das águas dum rio que avança obedecendo ao vento, ao relevo dos fundos, à tentação do verde que das margens lhe acena, pode ser um choro, um canto, um anúncio, um protesto. A voz dum rio transporta a nossa fala. 
Licínia

3 Comments:

Blogger Justine said...

Tal qual como a voz dos poetas, Licínia!

15/5/16  
Blogger Luisa said...

Como a nossa voz se encaixa bem na voz da natureza!

17/5/16  
Blogger bettips said...

Falam as árvores da sua história de terra: conta-lhes o rio de outras paragens.

18/5/16  

Enviar um comentário

<< Home