>

quinta-feira, janeiro 21, 2016

1. Agrades

Olhando a foto, lembro Elis Regina a cantar é de pau, é de pedra, é o fim do caminho...
Tudo tem um fim, o pau, a pedra, a bola de espelhos que certamente animou e reluziu noutros ambientes, tudo se transformará em pó, mais cedo ou mais tarde.

Agrades