>

quinta-feira, janeiro 16, 2014

6. Licínia

Sólida a cidade, Salamanca chamada, maciço de conventos, igrejas, colégios pontifícios, realíssimos, catolicíssimos, de saberes seculares. Os tempos atravessados, novos saberes chegados, multidões curiosas, cansadas, estouvadas, variadas, transbordando da exiguidade das ruas, comprimidas por fachadas solenes, de pedra bordada, profusamente exibindo poderes reais, temporais, santidades, severidades, clausuras, pecados, castigos, sonhos também de sinos e alturas. Hei-de voltar.
Licínia

3 Comments:

Blogger M. said...

Uma certa ironia crítica me parece adivinhar neste texto intenso e realista.

18/1/14  
Blogger Justine said...

Enganei-me redondamente, Licínia! Pensava que a foto era do Convento de Mafra, o que mostra quão mal o conheço (ao contrário de ti!).
Salamanca vista assim, como a descreves, dá vontade de revisitar!

18/1/14  
Blogger bettips said...

Eu, que lá passei de passagem - mas fiquei encantada pela juventude da cidade - digo, encore, "hei-de voltar"...

20/1/14  

Enviar um comentário

<< Home