>

quinta-feira, setembro 18, 2014

12. Zambujal

Uma casa, uma porta, uma árvore?
Uma árvore que nasceu à beira da casa, ou uma casa com porta para uma árvore que já lá estava? Haverá decerto quem seja capaz de decifrar estabelecendo certidões de idade – da casa, da árvore. Nanja eu que de arquitecto ou botânico nada tenho.
Sendo estas as palavras que me traz o olhar, poderia ainda especular com o abraço (?) dos ramos altos da árvore às telhas de canudo (?) da casa, ou com o anacronismo de uma porta de madeira industrial “às portas” de uma vetusta árvore que, como madeira viva e vivida, humilhada se sentirá.

Zambujal