>

quinta-feira, setembro 29, 2011

AGENDA PARA OUTUBRO


Dia 6 – Provérbios Fotografados: «Caminha pela estrada, acharás pousada» (*)
Dia 13 – Reticências com a palavra “Outono
Dia 20 – Fotodicionário com a palavra “Infância” escolhida pela Lagoas
Dia 27 – Fotografando as palavras de outros sobre a interessante passagem abaixo transcrita de um livro de Gonçalo M. Tavares

65
__

O mundo não tem alcatifa, não pense tal, meu caro amigo,
nem em Paris o mundo real tem alcatifa.
O mundo tem madeira,
e a madeira tem falhas evidentes, lascas pontiagudas,
e quem sobre ela andar não sairá sem feridas
(o que também se poderá dizer do mundo).
O Mundo não foi feito para sobre ele se andar descalço.

Gonçalo M. Tavares

Uma Viagem à Índia (Canto III), Editorial Caminho

(*) NOTA: Como começa a ser complicado consultar a enorme lista de provérbios usados ao longo dos meses, sugiro que passe eu a escolher um no meu Rifoneiro Português de Pedro Chaves.
No entanto, se algum de vós tiver um gosto especial em propor um provérbio que nunca tenha aparecido basta que mo faça chegar e eu divulgá-lo-ei no mês seguinte para que possamos “fotografá-lo” no desafio Provérbios Fotografados.

Desafio "Fotografando as palavras de outros"

As fotografias com os nomes das pessoas de 1 a 16 que em baixo aparecem são a interpretação fotográfica do poema de Eugénio de Andrade

Conselho

Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.

Eugénio de Andrade

Os Amantes Sem Dinheiro, edição da Fundação Eugénio de Andrade

16. Zambujal

15. Teresa Silva

14. Rocha/Desenhamento

13. ~ pi

12. Nucha

11. Mena M.

10. Maria de Fátima

9. M.

8. Luisa

7. Licínia

6. Lagoas

5. Justine

4. José M.

3. Jawaa

2. Bettips

1. Agrades

sexta-feira, setembro 23, 2011

A todos os que esta semana deixaram aqui o vosso olhar

"Simples" é uma palavra especialíssima que comove e nos suaviza os dias e a todos nos tocou de uma maneira muito bonita.
Foi bom. Muito obrigada pelo bem-estar que me proporcionaram.

M

quinta-feira, setembro 22, 2011

"Simples" por Luisa



Nota:

Não faço ideia do que se passa ultimamente mas as participações da Luisa, ainda que enviadas com a devida antecedência, só chegam à minha caixa de correio em 2ª via. Mistérios!

Para a semana de 22 a 29 de Setembro

Dia 29 – Fotografando as palavras de outros sobre o poema

Conselho

Sê paciente; espera
que a palavra amadureça
e se desprenda como um fruto
ao passar o vento que a mereça.

Eugénio de Andrade

Os Amantes Sem Dinheiro, edição da Fundação Eugénio de Andrade

O Fotodicionário de hoje

Parece que a palavra desta semana, escolhida pela Mena, terá assustado muita gente... Realmente estamos todos tão embrenhados em vidas e tarefas complicadas que até temos dificuldade em encontrar o que é simples.
Foi pena, sentimos a ausência de alguns. A palavra é tão bonita!

M

"Simples" por Zambujal

"Simples" por Teresa Silva

"Simples" por ~pi

"Simples" por Mena M.

"Simples" por Mac

"Simples" por M.

"Simples" por Licínia

"Simples" por Justine

"Simples" por José M.

"Simples" por Bettips



"Simples" por Agrades

quinta-feira, setembro 15, 2011

AVISOS

Para a semana de 15 a 22 de Setembro

Dia 22 – Fotodicionário com a palavra “Simples” escolhida pela Mena


****************

PARA QUE OS NOSSOS LEITORES COMPREENDAM

Como terão reparado, os dezasseis textos que abaixo aparecem a acompanhar as respectivas fotografias começam todos com a frase Em férias. Pois é propositado. Foi dada como mote a ser continuado numa única frase ou em mais algumas linhas, ao gosto de cada um dos participantes, e acompanhada de uma imagem que realçasse o seu sentido.

**********

Em particular aos habituais participantes peço que para as próximas vezes sejam mais claros nos vossos desejos de publicação porque fico sem saber se querem que use reticências logo a seguir à palavra ou frase dadas, se escreva a bold determinadas palavras, etc., etc. Se não for pedir-vos demais, agradeço que me enviem os textos sempre em letra Verdana tamanho 12 para evitar que tenha eu que os ajustar. É que eu gosto de uma certa harmonia no conjunto, gosto de ver os textos todos com o mesmo estilo. :-))

M

16. Lagoas (Está fora da sequência alfabética por distracção minha)



Em férias há outro palpitar de vida: ou viajando, ou ficando no mesmo lugar, no tranquilo passar dos dias, aqueles momentinhos são só nossos e retemperam a alma.

Lagoas

15. Zambujal



Em férias… no Vietnam, a milhares de quilómetros de nós, do Zambujal, mas tão perto da nossa História, também se passam aniversários (o 73º!), e se têm surpresas e prendas lindas, comoventes, quando se entra no quarto do hotel.

Zambujal

14. Teresa Silva



Em férias, penso em sol, praia, ondas e passeios à beira-mar.

Teresa Silva

13. Rocha/Desenhamento



Em férias começa sempre o futuro, porque a nossa ingenuidade genética, mais ou menos colada à família, tende a levar-nos para a orla marítima, para o litoral turístico. E desta vez também fomos. Outra vez fomos. Acontece é que em férias também surgem, perto do mar, por cima da areia, céus ensurdecedores e um sol calcinante.

Rocha de Sousa

12. ~pi



.. em férias abrem-se os barcos em curtos movimentos de balanço dormente. Pela Foz do Sabor há um texto cujas letras são as primeiras folhas deste Outono tão cedo anunciado - dançando em voos luminosos de fim de tarde, dançando e por fim arredondam-se mais ao parar quando o sol mergulha e espreita a sorrir pró outro lado.

... em férias somos como os outros, quando vamos partindo nas mãos cheias, espantam-nos por vezes as linhas rectas previsíveis, armam-nos ciladas de dias contados - e tudo anoitece de repente, em noites sem estrelas, as mãos febris procuram o denso cortinado de nuvens que as tapam, nessas noites ouço ainda a ladainha de sons indecifráveis da minha avó a rezar.

... em férias lembro-me de fazer na infância longos escritos que resumiam tudo a palavras que eram também barcos, as palavras, oscilando abertas ao imaginário das águas todas que podiam ser mares, fontes em fio ou rios de foz definida ou não, por vezes secavam as águas e eram de pó e eram férias na mesma e também e solidão os lugares ausentes da água.

... uma vez nas férias perdi o meu pai e depois perdi-o pela segunda vez, fazia anos no dia 15 de Setembro e o meu pai tinha ido ao céu levar a sua melhor melancia - que era a minha prenda mais amada, a grande melancia do quintal, sempre achei que tinha ido de barco, num barco assim leve, a voar sobre as águas calmíssimas do fim do Verão... aí sentei-me no muro do quintal para sempre e para sempre foram assim férias - à espera de ver romper um rio, um barco pequeno e uma melancia imensamente vermelha dos lados de Espanha, ali onde o meu pai era o homem que vigiava o contrabando do tabaco, do café e das bonecas espanholas mal-amadas.

~pi

11. Nucha



Em férias, levanta-se a âncora para a viagem possível, que é sempre maior na imaginação.

Nucha

10. Mena M.



Em férias...estou só, os dias passam ao ritmo da chuva que teima em ficar. Parto à procura de sol noutras paragens. Agora são as ondas do mar que determinam o andamento. ENCONTRO:TE. Os dias voam à velocidade luz que me enche o ser!

Mena M.

9. Mac



Em férias,
Fui até àquele santuário que chamam do Senhor da Pedra, local místico de antigos feitiços e maus-olhados...
Ataquei o local, não com água benta, mas com a câmara fotográfica, deleitando-me a lançar vários bons olhares sobre a capela.

Mac

8. M.



Em férias. Lugar liberto dos gestos e pensamentos que de si mesmos se cansam e se não reconhecem quando arrastados pela engrenagem dos dias.

M

7. Luisa



Em férias, não seria de afrouxar um pouco a disciplina?

Luísa

6. Licínia



Em férias, queremos dormir um pouco mais. O pior é quando os vizinhos não deixam. Em certos casos, outro remédio não nos resta senão fazer letreiro do nosso desejo.

Licínia

5. Justine



Em férias o tempo é mais lento, mais limpo, mais vazio de hábitos. Inventa-se a liberdade ao sabor das horas, faz-se o que se quer dentro do que se pode, e tenta-se, sobretudo, esquecer que se está a viver um intervalo!

Justine

4. José M.



EM FÉRIAS...temos todo o tempo do mundo. E debaixo dos grandes castanheiros, em terras alentejanas, temos as cadeiras e a mesa à nossa espera. Para ler, ouvir música (em MP3) e tomar um refresco. E conviver...

José M.

3. Jawaa



Em férias... há sempre mais um lenço de namorados.

Jawaa

2. Bettips



Em férias saio da penumbra para a luz,
sento-me na pedra ou na erva;
e olho,
como se cada paisagem fosse um novo amanhecer.
Longe de.

Bettips

1. Agrades



…em férias como gosto de observar pequenos pormenores, cheirar aromas novos, provar iguarias exóticas!

Agrades

quinta-feira, setembro 08, 2011

Para a semana de 8 a 15 de Setembro

Confesso que já tinha saudades destas quintas-feiras.


Dia 15 – Reticências com a frase “Em férias” a iniciar o texto.

Agrades António Stein Belisa Benó Bettips Cristal David Smith Despertando Dulce Escorpião Gustaaf V. B. IsaMar Jawaa José M. Justine Lagoas Licínia Luisa M. Mac Maria de Fátima Mena M. Mj M.J.Jara Nucha ~pi Rocha/Desenhamento T Teresa Silva: teresa47@netcabo.pt (mail) Zambujal

Provérbios Fotografados - Zambujal



«Boa a sesta, melhor a Festa»

Provérbios Fotografados - Teresa Silva



«Muitos poucos fazem muitos»

Provérbios Fotografados - Rocha/Desenhamento



«Rei morto rei posto»

Provérbios Fotografados - ~pi



«Missa e pimento, fraco alimento»

Provérbios Fotografados - Nucha



«Casa em que caibas, terras que não saibas»

Provérbios Fotografados - Mena M.



«Os olhos são o espelho da alma»