>

quinta-feira, maio 16, 2013

15. Mena M.

Como pequenas embarcações que somos, partimos, navegamos, mantemo-nos à tona, corremos por vezes o risco de nos afundarmos, e quando chegados a porto seguro deixamo-nos embalar ao som da maré.

Mena 

(Hoje a Mena chegou mais tarde. Foi de barco por Santa Cruz em vez de vir directamente para aqui...)

5 Comments:

Blogger Justine said...

Uma belíssima descrição das nossas vidas, Mena!

16/5/13  
Blogger Benó said...

Pois é, Mena. Balançamos tanto que até almariamos.

17/5/13  
Blogger Licínia Quitério said...

Para depois procurar outro porto e mais outro, se a viagem for longa.

19/5/13  
Blogger M. said...

Assim vamos sobrevivendo.

19/5/13  
Blogger bettips said...

(A Mena tem destes deambulares por mares!)
Interessa-nos ter as amarras que nos permitimos, lnda!

19/5/13  

Enviar um comentário

<< Home