>

quinta-feira, abril 18, 2013

2. Benó

Será uma porta ou uma janela a impedir a entrada plena do sol pisando o poial em pedra já carcomida pelo tempo ou pelo uso? Interrogações que se me põem ao olhar para esta foto enigmática mostrando luz e sombra; riscos, uns mais finos outros mais grossos feitos com pincel ou trincha; talvez um volume branco sujo que tanto poderá ser um degrau que se sobe como um degrau que se desce, como também um embrulho que ali ficou esquecido, riscado, abandonado.
Não sei o que escrever, não sei o que decidir. Só sei que olho e nada de concreto, de real, de verdade me ocorre. Seja o que for, “com as palavras dentro do olhar”, fico muda e vazia de pensar.
Benó

5 Comments:

Blogger jawaa said...


Uma pedra embrulhada de sol com atilhos de janela.

19/4/13  
Blogger bettips said...

Mas "pintaste" perfeitamente o cenário controverso desta foto, Benó!

20/4/13  
Blogger Justine said...

É a perplexidade que muitas vezes nos põe a pensar, Benó. E que bem o fizeste no teu texto...

20/4/13  
Blogger Licínia Quitério said...

E afinal foi tanto o que viste, o que sentiste, o que te fez escrever texto tão bonito.

23/4/13  
Blogger Rocha de Sousa said...


Não era preciso ficar muda, pois
os seus olhos bem "disseram" que
as sombras eram riscos. A chave é
essa, pode crer. Eu creio.

24/4/13  

Enviar um comentário

<< Home