>

quinta-feira, maio 09, 2013

14. Zambujal



Há momentos… ou seja, há décadas, melhor (?) ainda: há meio século, o tempo era outro. Sendo o mesmo. À escala do tempo, claro, que é de séculos e de milénios e não (mas também) de anos, meses, dias, horas, minutos, segundos, momentos. De momentos que já deixaram de ser enquanto estavam a ser.
Há momentos, ontem ainda para mim, a “escola era risonha e franca”, como dizia o “estudante alsaciano” (e quem o dizia era o Chabi Pinheiro!), e as festas eram com gente nova… que eu fotografava e, hoje, está velha. A que ainda está. 
Ah!, ele há momentos…

Zambujal

8 Comments:

Blogger mena maya said...

Momentos mágicos de tempos idos, doces de recordar...

9/5/13  
Blogger Licínia Quitério said...

... e o velho professor de cãs e barba branca...
Aqui me deste um momento inesperado de recordação.

10/5/13  
Blogger M. said...

Ao olhar para esta fotografia e para o texto, apenas digo: "A frescura do Tempo". É isso que sinto.

10/5/13  
Blogger agrades said...

Momentos que, mesmo passados há tanto tempo, estão sempre presentes.

11/5/13  
Blogger Justine said...

A foto é encantadora! E o teu filosofar sobre o tempo traz-me sempre alguns ensinamentos:))))

11/5/13  
Blogger bettips said...

Uma fotografia "tão natural" como esse tempo de trevas, com alguma luz de ensinamentos de gente à frente do seu tempo. Encantadoras poses (que o não eram, doce o teu fluir.

11/5/13  
Blogger Luisa said...

Que tempos tão bons!

13/5/13  
Blogger ~pi said...

Ali estão - mortos ou vivos, na foto memória.





~

14/5/13  

Enviar um comentário

<< Home