>

quinta-feira, outubro 17, 2013

1. Agrades

Chaves velhas...
Que mistérios terão aberto e fechado ao longo dos anos? 
Que preciosidades terão guardado e, entretanto, perderam o interesse e o valor e estarão abandonadas como as chaves que as guardaram? 
Interrogações... 

Agrades

7 Comments:

Blogger M. said...

De interrogações vamos vivendo e morrendo...

18/10/13  
Blogger Licínia Quitério said...

E nas interrogações podemos deixar voar a imaginação, já que essa não tem chave que a encerre.

18/10/13  
Blogger bettips said...

Dos mistérios também nos alimentamos agora, porque somos de um tempo em que era tudo mais simples. Se se acha que "um cartão" ou um "chip" ou um número electrónico é uma facilidade... onde está a privacidade? Penso, neste momento, que a maior parte dos meus dias poderia ser traçada como se eu levasse uma raiz magnética nos pés.
Prefiro as chaves, mesmo enferrujadas e sem perguntas nem rasto!

18/10/13  
Blogger Luisa said...

Também prefiro as chaves. Detesto os cartões que abram agora as portas dos quartos de hotel.

19/10/13  
Blogger Justine said...

Que bom termos ainda interrogações - sinal que mantemos a nossa curiosidade intelectual:)))

20/10/13  
Blogger Benó said...

As chaves irão ser objetos de museu, vão sendo substituídas por identificadores eletrónicos. Pelo menos não nos pesam à cintura nem dentro das nossas bolsas.

20/10/13  
Blogger jawaa said...


Uma chave traz sempre consigo uma interrogação, aguça a curiosidade.

21/10/13  

Enviar um comentário

<< Home