>

quinta-feira, outubro 10, 2013

5. Justine



Manhã cedo o parque veste-se de névoas leitosas, que transforma o ambiente numa espécie de realidade intocável. A beleza e a paz envolvente transmitem-me uma serenidade desconhecida, quase dolorosa. Fico quieta, a ouvir o silêncio, até que algum pássaro ou voz humana me desperte…
Justine

6 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...


É uma beleza quase armadilhada. o
texto ajuda a passar do olhar para
o ver.

11/10/13  
Blogger Benó said...

Pela manhã, há sempre uma paz que nos rodeia. Uma foto que respira silêncio.

11/10/13  
Blogger bettips said...

Uma paisagem dessas, flutua mas esmaga de tão densamente a sabermos.

11/10/13  
Blogger Luisa said...

Linda!

12/10/13  
Blogger agrades said...

Também olho e fico quieta. Parece-me e não parece. Será?

12/10/13  
Blogger M. said...

A serenidade que encontro semelhante à das pinturas do meu amado pintor chinês Ho-Huai-Shuo.

16/10/13  

Enviar um comentário

<< Home