>

quinta-feira, abril 02, 2015

2. Bettips



                       Alazão

Canção do cigano

“Pela raia de Espanha, nas sombras da noite 
Passava um cigano no seu alazão 
O vento brandia seu nórdico açoite 
E as folhas rangiam, caídas no chão.” 

Letra de Frederico de Brito, música de Vasco Macedo, cantada por Alberto Ribeiro (1920-2000)

Quantas vezes não sei se são as palavras que se enredam no pensamento, se são as fotografias que surgem enredadas nas palavras e embrulhadas no pensamento! Teria sido a primeira vez que ouvi a palavra “alazão” que acho muito esbelta, tal qual são os cavalos e o seu porte. A música é dos anos 50/60. Seria capaz de a cantar de cor.
Assim me surgiu este cavalinho de bronze, nos músculos parados numa eterna espera, sem nunca poder atravessar a ponte... 
Bettips

4 Comments:

Blogger agrades said...

LAdino o cavalinho!

3/4/15  
Blogger Justine said...

Olha, eu também me lembro bem dessa canção, que encheu os meus sonhos de aventuras era eu menina e moça...

7/4/15  
Blogger mena maya said...

Eu não conhecia a canção mas foi uma bela escolha a tua palavra. A foto tb muito bonita.

8/4/15  
Blogger Luisa said...

Alazão é uma palavra inspiradora. Mais tarde o José Cid também tinha uma canção com esse vocábulo.

9/4/15  

Enviar um comentário

<< Home