>

quinta-feira, fevereiro 28, 2013

5. Licínia



O relógio não pára e a minha mão, com o desenho de todas as estradas percorridas, desvendando o presente, procurando futuros, os que virão e os que já não serão. 

Licínia

5 Comments:

Blogger Rocha de Sousa said...

Expressiva fotografia, um dedilhar
o presente em busca do futuro. Ser
hoje e ser amanhã, pelos outros.

28/2/13  
Blogger Luisa said...

É isso Licínia: estamos no presente, o resto saber-se-á depois.

28/2/13  
Blogger M. said...

Um modo de não nos deixarmos envelhecer por dentro, já que por fora nada podemos contra a impiedade das rugas. Ou talvez até nem seja impiedade, porque sem elas não reflectiriamos sobre determinados aspectos da vida.

1/3/13  
Blogger bettips said...

Reparei que na minha "verborreia", quando olho para o nosso passatempo e faço/leio os comentários, não entrou o meu comentário de ontem. (o chino está a dificultar-nos a vida!)
Pois bem, não sei o que disse.
Qualquer coisa entre eficácia viva? entre a mão e a cabeça, que pensa e que nos oferece uma alegria, poesia, beleza
tão grandes. Assim ficamos mais eternos, mais ricos, L.

1/3/13  
Blogger Justine said...

O passado e o presente. o presente influenciado pelo passado, mas não paralisado!
A eternidade, enquanto pudermos...

3/3/13  

Enviar um comentário

<< Home